Racha Cuca
76 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

V – O samba

À direita do terreiro, adumbra-se* na escuridão um maciço de construções, ao qual às vezes recortam no azul do céu os trêmulos vislumbres das labaredas fustigadas pelo vento.

(...)

É aí o quartel ou quadrado da fazenda, nome que tem um grande pátio cercado de senzalas, às vezes com alpendrada corrida em volta, e um ou dois portões que o fecham como praça d’armas.

Em torno da fogueira, já esbarrondada pelo chão, que ela cobriu de brasido e cinzas, dançam os pretos o samba com um frenesi que toca o delírio. Não se descreve, nem se imagina esse desesperado saracoteio, no qual todo o corpo estremece, pula, sacode, gira, bamboleia, como se quisesse desgrudar-se.

Tudo salta, até os crioulinhos que esperneiam no cangote das mães, ou se enrolam nas saias das raparigas. Os mais taludos viram cambalhotas e pincham à guisa de sapos em roda do terreiro. Um desses corta jaca no espinhaço do pai, negro fornido, que não sabendo mais como desconjuntar-se, atirou consigo ao chão e começou de rabanar como um peixe em seco. (...)

(José de Alencar, Til.)

(*) “adumbra-se” = delineia-se, esboça-se.

Ao comentar o romance Til e, inclusive, a cena do capítulo “O samba”, aqui reproduzida, Araripe Jr., parente do autor e estudioso de sua obra, observou que esses são provavelmente os textos em que Alencar “mais se quis aproximar dos padrões” de uma “nova escola”, deixando, neles, reconhecível que, “no momento” em que os escreveu, “algum livro novo o impressionara, levando-o pelo estímulo até superfetar* a sua verdadeira índole de poeta”. Alguns dos procedimentos estilísticos empregados na cena aqui reproduzida indicam que a “nova escola” e o “livro novo” a que se refere o crítico pertencem ao que historiadores da literatura chamaram de

(*) “superfetar” = exceder, sobrecarregar, acrescentar-se (uma coisa a outra).

Tópicos dessa questão: Literatura
78 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

Em Viagens na minha terra, assim como em

Tópicos dessa questão: Literatura
81 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

Leia o seguinte texto.

O autor pensava estar romanceando o processo brasleiro de guerra e acomodação entre as raças, em conformidade com as teorias racistas da época, mas, na verdade, conduzido pela lógica da ficção, mostrava um processo primitivo de exploração econômica e formação de classes, que se encaminhava de um modo passavemente bárbaro e desmentia as ilusões do romancista.

(Roberto Schwarz. Adaptado.)

Esse texto crítico refere-se ao livro

Tópicos dessa questão: Literatura
82 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

Em quatro das alternativas abaixo, registram-se alguns dos aspectos que, para bem caracterizar o gênero e o estilo das Memórias póstumas de Brás Cubas, o crítico J. G. Merquior pôs em relevo nessa obra de Machado de Assis. A única alternativa que, invertendo, aliás, o juízo do mencionado crítico, aponta uma característica que NÃO se aplica à obra em questão é:

Tópicos dessa questão: LiteraturaMemórias Póstumas de Brás Cubas
83 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

Os momentos históricos em que se desenvolvem os enredos de Viagens na minha terra, Memórias de um sargento de milícias e Memórias póstumas de Brás Cubas (quanto a este último, em particular no que se refere à primeira juventude do narrador) são, todos, determinados de modo decisivo por um antecedente histórico comum – menos ou mais imediato, conforme o caso. Trata-se da

Tópicos dessa questão: LiteraturaMemórias Póstumas de Brás Cubas
84 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

Morro da Babilônia

À noite, do morro
descem vozes que criam o terror
(terror urbano, cinquenta por cento de cinema,
e o resto que veio de Luanda ou se perdeu na língua [geral).

Quando houve revolução, os soldados se espalharam [no morro,
o quartel pegou fogo, eles não voltaram.
Alguns, chumbados, morreram.
O morro ficou mais encantado.

Mas as vozes do morro
não são propriamente lúgubres.
Há mesmo um cavaquinho bem afinado
que domina os ruídos da pedra e da folhagem
e desce até nós, modesto e recreativo,
como uma gentileza do morro.

(Carlos Drummond de Andrade, Sentimento do mundo.)

Leia as seguintes afirmações sobre o poema de Drummond, considerado no contexto do livro a que pertence:

  1. No conjunto formado pelos poemas do livro, a referência ao Morro da Babilônia – feita no título do texto – mais as menções ao Leblon e ao Méier, a Copacabana, a São Cristóvão e ao Mangue, – prsentes em outros poemas –, sendo todas, ao mesmo tempo, espaciais e de classe, constituem uma espécie de discreta topografia social do Rio de Janeiro.
  2. Nesse poema, assim como ocorre em outros textos do livro, a atenção à vida presente abre-se também para a dimensão do passado, seja ele dado no registro da história ou da memória.
  3. A menção ao “cavaquinho bem afinado”, ao cabo do poema, revela ter sido nesse livro que o poeta finalmente assumiu as canções da música popular brasileira como o modelo definitivo de sua lírica, superando, assim, seu antigo vínculo com a poesia de matriz culta ou erudita.

Está correto o que se afirma em

Tópicos dessa questão: LiteraturaSentimento do Mundo
85 (FUVEST 2013 - Primeira Fase)

Morro da Babilônia

À noite, do morro
descem vozes que criam o terror
(terror urbano, cinquenta por cento de cinema,
e o resto que veio de Luanda ou se perdeu na língua [geral).

Quando houve revolução, os soldados se espalharam [no morro,
o quartel pegou fogo, eles não voltaram.
Alguns, chumbados, morreram.
O morro ficou mais encantado.

Mas as vozes do morro
não são propriamente lúgubres.
Há mesmo um cavaquinho bem afinado
que domina os ruídos da pedra e da folhagem
e desce até nós, modesto e recreativo,
como uma gentileza do morro.

(Carlos Drummond de Andrade, Sentimento do mundo.)

Guardadas as diferenças que separam as obras a seguir comparadas, as tensões a que remete o poema de Drummond derivam de um conflito de

Tópicos dessa questão: LiteraturaSentimento do Mundo

Veja também

Quebra-Cabeça
Quebra-Cabeça

Junte as peças para montar os quebra-cabeças diários.

Caça Palavras
Caça Palavras

Encontre todas as palavras nos caça palavras diários (fácil, médio e difícil) e temáticos.

Jogo da Memória
Jogo da Memória

Concentre-se e use a memória para encontrar e formar todos os pares.

Teste de Einstein
Teste de Einstein

Faz parte dos 2% da população mundial que consegue resolver?

Shopping Racha Cuca »

R$ 45
R$ 45

Bingo Dos Bichos - 61 Peças - Crianças acima de 4 anos.

R$ 25
R$ 25

Tangram em Madeira - 62 Peças - Crianças acima de 4 anos.

R$ 35
R$ 35

Quebra-cabeça de Madeira - Progressivo - 4, 6, 9 e 12 Peças

R$ 62
R$ 62

Jogo Tornado - Estilo Twister - Crianças acima de 4 anos.