A Ruptura das Tradições no Suporte Artístico

Atualiza-se mais sobre suporte, arte contemporânea e ruptura com questões práticas e dinâmicas (inclusive de concursos).

Quiz enviado por: Vinícius Nepomuceno Oliveira

  1. A cartografia de territórios da Arte e da Cultura possibilita a exploração de novos conceitos significativos. Em uma cartografia especial, chamada rizomática, há seis princípios básicos que se ajustam a esses conceitos. Dentre esses princípios, há o de ruptura que visa

  2. Explorando os conhecimentos prévios do nosso tema ("A ruptura do suporte tradicional na materialidade da Arte") e enfatizando o termo "ruptura", podemos dizer que é muito necessário entrar em contato com o território da Arte e da Cultura denominado

  3. "No teatro e na dança, o corpo é suporte físico específico. A pintura não é restrita necessariamente aos limites da moldura. A escultura pode nascer no chão porque dispensa o pedestal. O som da música pode vir de qualquer coisa ou lugar. Suporte também pode ser a tela do computador. Artes surpreendentes são realizadas com diferentes suportes que promovem novas experiências sensoriais e perceptivas para o espectador." (SEE-SP, 2013 - Equipe Curricular de Arte) Segundo o texto anterior, subentendemos que

  4. "Na vida contemporânea, ao contrário de outros tempos, é quase impossível não ouvir música. Se há a música que ouvimos por escolha própria, há também sons musicais que nos invadem vindos de todas as direções e a qualquer hora do dia e da noite." (SEE-SP, 2013 - Equipe Curricular de Arte) Atualmente, estamos inseridos em um mundo que vai além dos termos de tempo e espaço. Estamos dentro de um ambiente acústico caracterizado pela/pelo

  5. Na linguagem da dança encontramos diversas modalidades completamente diferentes mas que utilizam o mesmo suporte: o corpo. Não é só do balé que fazemos arte com o corpo dançante e sim com os movimentos dele. Com ou sem coreografia, nós podemos dançar e nos expressar por meio da dança dos pés a cabeça. Analisando todo esse processo de vivência e de múltiplas possibilidades de criação no campo da dança, sobretudo com a ruptura, podemos compreender

  6. Em seu livro Improvisação para o Teatro (2005, Perspectiva), Viola Spolin afirma que "o ator cria a realidade teatral tornando-a física". Partindo dessa afirmação em direção à linguagem do teatro, concluímos que o ator, como intérprete da cultura e do que acontece ao seu redor, possui um importante papel de

  7. Nas artes visuais, se o suporte possui boa importância, imagine então a sua ruptura. Cada artista contemporâneo busca sempre incorporar em suas obras meios singulares de se estabelecer um novo suporte adequado o suficiente à sua maneira. Será que, combinando materiais e elementos visuais, os artistas conseguirão impulsionar completamente a linguagem expressiva ao nosso favor dando valorização ao suporte? E só eles poderão fazer isso? Nós também podemos renovar o suporte visual. Nós não só renovamos como também somos. Somos a matéria-prima que se renova e renovam outras matérias na Arte. Logo,

  8. (Vunesp 2009) O estudo da materialidade das produções artísticas nos aproxima das poéticas dos materiais. Parte constituinte desse campo é o estudo dos suportes, que podem, como conteúdos, ser trabalhados a partir da diferenciação entre aqueles

  9. (Cesgranrio) “[...] muitas obras contemporâneas apresentam as lonas pintadas ou os desenhos em papel diretamente colocados sobre a parede, sem qualquer moldura. Ou elas mesmas são pintadas, desenhadas ou compostas diretamente sobre a parede. Assim também as esculturas, os objetos e as instalações não são delimitados por pedestais ou bases.” (São Paulo faz escola – uma proposta curricular para o estado - arte – 7ª série – 2º bimestre) Nesse sentido, pode-se afirmar que esse nível de observação sobre a arte contemporânea está proporcionando

  10. Durante todo esse quiz focalizamos em um aspecto do suporte (lembre-se do tema!). Qual?

    (Uma palavra - começa com 'r' e termina com 'o')

Leia mais sobre...

  • Modernismo no Brasil

    Detalhes sobre as três fases do modernismo na literatura. O movimento cultural do modernismo no Brasil teve início com a Semana de Arte Moderna em 1922.

  • Barroco

    O Barroco vigorou todo o século XVII até as primeiras décadas do século, um período que se divide entre as influências do Renascimento e da Contra-Reforma. Por isso, a arte barroca expressa as contradições e os conflitos esperituais do homem dessa época.

  • Cubismo

    O cubismo, que surgiu em 1907 na França, apresenta como características na literatura a mistura de temas, espaços e tempos e a fragmentação da realidade.

  • Expressionismo

    O Expressionismo surgiu na França e na Alemanha no começo do séc. XX. As principais características na literatura foram a despreocupação com rimas e estrofes e a valorização da linguagem fragmentada.

  • Dadaísmo

    O Dadaísmo foi uma Vanguarda Européia que surgiu na Suíça durante a Primeira Guerra Mundial. Foram usadas técnicas para ridicularizar e destruir a arte da época, que era considerada hipócrita pelos artistas do movimento.

Confira também

  • Problemas de Lógica

    Problemas de lógica para rachar a cuca e passar o tempo.

  • + divertido Anagramas

    Use as letras disponíveis para formar o maior número possível de palavras.

  • 2048

    Use o raciocínio para somar os blocos iguais até formar 2048.

  • Jogo da Forca

    Descubra quais são as palavras ocultas sem deixar o bonequinho enforcado.

 
Quiz O Suporte na Materialidade da Arte
 
Quiz Romeu e Julieta - I