Pronomes Indefinidos

São aqueles que se referem à 3ª pessoa gramatical de forma vaga, imprecisa. Eles podem ser variáveis, sofrendo flexão de gênero e número e podem também assumir papel de pronome substantivo e de pronome adjetivo.

Alguém estragou vários livros da biblioteca.

Aqui, alguém e vários são os pronomes indefinidos, tendo o verbo estragou em terceira pessoa . Não é possível saber quem estragou os livros e nem quais livros foram estragados, pois foram muitos.

Às vezes, o papel do pronome indefinido é exercido por um conjunto de palavras, as quais damos o nome de locução pronominal indefinida, como é possível ver no exemplo abaixo:

Todo aquele que crê em Deus será salvo.

Todo aquele que indica que as pessoas que acreditam em Deus serão salvas, mas não temos especificado quem crê.

Temos os seguintes exemplos de locuções pronominais e pronomes indefinidos:

Variáveis Invariáveis Locução pronominal indefinida
Algum (uns), alguma(s) Alguém Qualquer um
Nenhum(uns), nenhuma(s) Algo Cada um
Todo(s), toda(s) Cada Todo aquele que
Outro(s), outra(s) Nada Um ou outro
Muito(s), muita(s) Ninguém Todo mundo
Pouco(s), pouca(s) Tudo Seja quem for
Certo(s), certa(s)
Tanto(s), tanta(s)
Quanto(s), quanta(s)
Qualquer, quaisquer
Tabela de pronomes indefinidos e locuções pronominais

Emprego de alguns pronomes indefinidos

Algum(uns), alguma(s)

Quando eles aparecem antes do substantivo, possuem sentido afirmativo. Se aparecerem depois, ganham sentido negativo.

  • Algum amigo ligará para você. (sentido afirmativo; alguém ligará)
  • Amigo algum ligará para você. (sentido negativo; ninguém ligará)

Certo(s), certa(s)

Dependendo da posição dessas palavras, a classe gramatical mudará. Se alguma delas vier antes do substantivo, serão pronomes indefinidos; se vierem após o substantivo, serão adjetivos.

Certas pessoas nunca tomam as decisões certas.

Certas pessoas caracteriza o pronome indefinido certas, mas decisões certas caracteriza o adjetivo certas que é dado à palavra decisões.

Todo(s), toda(s)

Essas palavras possuem variações de sentido. Se forem empregadas no plural, vão indicar a totalidade de um conjunto:

Todas as lojas estarão abertas até meia-noite.

Se forem empregadas no singular e sem artigo, essas palavras terão sentido de qualquer e cada:

Em casa, toda decisão é tomada em conjunto. (toda decisão = cada decisão)

Se forem empregadas no singular e com artigo, essas palavras indicarão totalidade, funcionando como a palavra inteiro, transformando-se em adjetivo:

Assistiam desenhos por toda a manhã. (assistiam desenhos pela manhã inteira)

Se essas palavras forem empregadas no singular, depois de um substantivo, também serão como a palavra inteiro.

Assistiam desenhos pela manhã toda. (assistiam desenhos pela manhã inteira)

Bliografia
  • CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português: linguagens – vol 2. 5.ed. São Paulo: Atual, 2000.
  • FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática. Ed renovada. São Paulo: FTD, 2007.

Ana Gabriela Figueiredo Perez

Estudos Literários - Unicamp

Confira também