Processos de Formação das Palavras

A língua portuguesa, desde os tempos antigos até hoje, está em constante mudança, de modo que ela acompanha o homem e seu tempo. Algumas palavras caíram em desuso, outras mudaram seu significado e outras foram (e ainda vão) surgindo através de vários processos de formação de palavras que possuem a seguinte divisão: palavras primitivas, palavras derivadas e palavras compostas.

Palavras Primitivas

São palavras que não se formaram a partir da junção com outras existentes em nosso idioma.

  • Linha
  • Cidade
  • Alegria

Palavras Derivadas

São palavras que passam por um processo de derivação, ou seja, uma palavra, com o acréscimo de alguns elementos, forma a outra.

  • Infeliz
  • Relembrar
  • Novamente

O processo de derivação pode ocorrer de cinco maneiras diferentes:

Derivação Prefixal

Ocorre quando um prefixo é adicionado à palavra ou ao seu radical, resultando em uma nova palavra.

Desligar, relembrar, apolítico, desleal.

Derivação Sufixal

Ocorre quando um sufixo é adicionado à palavra ou ao seu radical, resultando também em uma nova palavra.

Pequenina, levíssima, cabecear.

Derivação Parassintética

Ocorre quando um sufixo e também um prefixo são adicionados à palavra ou ao seu radical, resultando em nova palavra.

Empobrecer, emudecer.

Atenção

É importante verificar que a derivação parassintética ocorre quando o prefixo e o sufixo são adicionados ao mesmo tempo. A palavra sem um destes afixos não tem um sentido completo, não existindo. É diferente, por exemplo, da palavra deslealdade, uma vez que desleal e lealdade tem um sentido completo só com seu sufixo ou prefixo. Quando a palavra possui um sentido completo sem um dos afixos, ela é um caso de derivação prefixal ou sufixal, nunca parassintética, já que, para enquadrar-se nesta derivação, ambas as palavras não devem ter sentido.

Derivação Imprópria

Ocorre quando uma palavra muda de sua classe gramatical usual (substantivo, verbo, etc) para outra classe gramatical, não alterando sua forma. Esta mudança da classe de palavras ocorre através da construção de uma frase, não sofrendo nenhum acréscimo ou supressão.

Jantar = palavra que, no dicionário, é classificada como verbo.

Minha mãe ofereceu um jantar para comemorar meu aniversário.

Na frase acima, a palavra jantar sai da posição natural de verbo e torna-se substantivo, não alterando sua forma.

Derivação Regressiva

Ocorre quando verbos no infinitivo, ao acrescentarem em seu radical as vogais a, e ou o, eliminando também a sua terminação verbal, modificam sua classe gramatical para substantivos de ação.

Procurar = eliminamos a terminação ar e acrescentamos a vogal a temos: procura, substantivo de ação que indica a procura de algo ou alguém.

Atenção

É importante perceber ainda que nem todo substantivo de ação derivado dos verbos é classificado como derivação regressiva. A palavra colheita, por exemplo, é um substantivo de ação derivado do verbo colher, mas não entra no caso da derivação regressiva e sim na derivação sufixal, uma vez o radical recebe o sufixo ita e não uma das vogais (a, e, o).

Palavras Compostas

São palavras formadas a partir da união de duas ou mais palavras ou radicais. Classificamos a composição das palavras em: composição por justaposição e composição por aglutinação.

Justaposição

Temos composição por justaposição quando as palavras que se juntam não sofrem nenhuma alteração, continuando a ser escritas e faladas da mesma forma.

Exemplos

  • pontapé (composição de ponta + )
  • passatempo (composição de passa + tempo)

Aglutinação

A composição por aglutinação, por sua vez, ocorre quando pelo menos uma das palavras que se juntam sofre alteração, sendo diferentes, portanto, em sua grafia e fala.

Exemplos

  • aguardente (composição de água + ardente que elimina o a de uma das palavras)
  • boquiaberto (composição de boca + aberto que elimina uma parte da palavra boca, acrescentando o elemento qui).

Outros Processos de Formação de Palavras

Hibridismo

Ocorre quando temos uma palavra que é originada através da junção de elementos de diferentes idiomas.

Bi (latim) + ciclo (grego) + eta (francês) = bicicleta

Onomatopéia

Palavra construída com a finalidade de imitar um som.

  • blablabla
  • tique-taque
  • atchim

Sigla

Palavra formada pela união das letras iniciais de palavras que compõem um nome.

  • ONU (Organização das Nações Unidas)
  • OAB (Ordem dos Advogados do Brasil)
Bibliografia
  • FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática. Ed renovada. São Paulo: FTD, 2007.

Ana Gabriela Figueiredo Perez

Estudos Literários - Unicamp

Confira também