Memórias de um Sargento de Milícias

Publicado em folhetim entre 1852 e 1853, no Correio Mercantil, por Manuel Antônio de Almeida, a obra Memórias de um Sargento de Milícias traz uma fuga do padrão romântico vigente, trazendo situações e personagens reais sem idealizações. O estilo jornalístico, a linguagem aproximada do popular e a figura do malandro herói, presente pela primeira vez na literatura, vem para firmar a fuga do padrão.

A história se passa no Rio de Janeiro do século XIX, sendo contada em terceira pessoa, retratando todos os costumes e lugares da época, bem como as classes mais baixas da sociedade, ao contrário de mostrar a burguesia, o que era comum aos autores da época. Conhecida como retrato de costumes, a obra foi um importante passo na transição do Romantismo para o Realismo.

Resumo de Memórias de um Sargento de Milícias

A narrativa começa no início do século XIX, quando Leonardo Pataca e Maria das Hortaliças vem para o Rio de Janeiro, se conhecem e se apaixonam no navio que os trouxe de Portugal para o Brasil. O protagonista da história, Leonardo (ou Leonardinho) é fruto da relação dos dois.

Já no Brasil, após o batizado da criança, Leonardo Pataca flagra a esposa com um amante, com quem Maria foge com para Portugal. Assim, o casal se separa e criança passa a ser criada pelo padrinho, um barbeiro, com ajuda da madrinha, uma parteira. Desde cedo, o padrinho tentava educá-lo para que fosse pastor, mas Leonardo era um menino travesso, que fazia diversas traquinagens.

Uma das travessuras de Leonardo foi contra o padre, que envolveu-se com uma cigana, a qual abandonou Leonardo Pataca em favor do religioso. Leonardo é quem revela o envolvimento dos dois, como forma de vingança por uma repreensão que o padre lhe deu, permitindo que o pai posteriormente retomasse a história com a cigana.

Já na juventude, Leonardo se aquieta das travessuras de menino e acaba se apaixonando por Luisinha, sobrinha de uma conhecida de sua madrinha. A menina, embora tímida, também demonstrava o mesmo amor por ele. Sua herança, no entanto, também desperta o interesse de José Manuel, que deseja casar-se com ela.

Leonardo não consegue conquistar a moça, que se casa com José Manuel. Nesta altura, a cigana trai Leonardo Pataca novamente. Deste modo, ele a abandona e depois inicia um relacionamento com a filha da madrinha de Leonardo, com quem tem uma filha. A madrinha morre, fazendo o rapaz morar com o pai, mas não dura muito tempo, porque Leonardo não se entende com a madrasta e foge de casa, indo morar com um amigo.

Lá, Leonardo conhece e se envolve com Vidinha, despertando ciúme dos outros rapazes, os quais contam para Vidigal que Leonardo vive como intruso e que tira proveito das mulheres. O Major Vidigal tenta levar o rapaz preso, mas ele foge. Após o fato, a madrinha de Leonardo tenta lhe arrumar um emprego, mas ele tem um envolvimento com a esposa do patrão.

Leonardo acaba preso e é obrigado a servir o exército para combater os malandros, mas continua suas malandragens dentro da polícia, o que acarreta num julgamento de traição por parte de Vidigal, que o perdoa a pedido de uma antiga amante, a quem a madrinha pede ajuda.

Paralelamente, Luisinha casa-se com José Manuel, mas vive maltratada, uma vez que era só o dinheiro dela importava. Há uma tentativa de afastar o casal, mas José Manuel morre, deixando o caminho livre para Leonardinho, que no final termina junto de Luisinha.

Personagens de Memórias de um Sargento de Milícias

  • Leonardo Pataca (pai): português e pai do protagonista. Veio ao Brasil, onde se tornou meirinho, e viveu com Maria-das-Hortaliças, a qual conheceu no navio.
  • Leonardo (Leonardinho): fruto de uma pisadela e um beliscão, é um malandro que ao longo da obra se envolve em várias confusões. No final se torna sargento e casa com a moça de quem gosta.
  • Comadre (madrinha): parteira, ingênua, frequentava missas e todas as festas religiosas. É madrinha do protagonista.
  • Compadre (padrinho): barbeiro e dono do próprio negócio, torna-se um segundo pai para o afilhado, Leonardo.
  • Maria das Hortaliças: portuguesa e mãe do protagonista. Mulher namoradeira, Maria veio ao Brasil, onde teve seu filho com o homem que conheceu durante sua viagem, mas fugiu com o amante.
  • Major Vidigal: homem que impunha as leis. Persegue Leonardo durante parte da história.
  • Dona Maria: tia de Luisinha, rica e devotada aos pobres.
  • Luisinha: sobrinha de D. Maria, por quem Leonardo se encanta.
  • Vidinha: jovem mulata que atrai a atenção do protagonista durante parte da obra.
  • José Manuel: homem interesseiro, se casa com Luisinha por causa do dinheiro.

Livro Completo

Visite a seguinte página da biblioteca livre Wikisource para ler Memórias de um Sargento de Milícias completo: Memórias de um Sargento de Milícias.

Bibliografia

Ana Gabriela Figueiredo Perez

Estudos Literários - Unicamp

Confira também