Sistema Cardiovascular

O organismo humano é extremamente complexo, possui estruturas altamente desenvolvidas e comprometidas com certas funções. Para tanto, para um tecido ou órgão funcionar de maneira correta, é essencial, que as células que formam tal, sejam banhadas por nutrientes, gases e hormônios, além da retirada de materiais tóxicos do local (material nitrogenado), trafego de células de defesa e haja a troca de calor. Todas essas necessidades foram supridas a partir de um sistema especializado nessas funções, denominado sistema cardiovascular.

O sistema cardiovascular é anatomicamente e fisiologicamente simples, entretanto tem grande responsabilidade na homeostasia do organismo. Basicamente, esse sistema é formado pelo coração, pelos grandes, médios e pequenos vasos, e capilares. E são nessas estruturas que o sangue (células + soro) irá trafegar para desempenhar as funções já ditas.

Vale ressaltar que nos mamíferos a circulação é fechada, completa e dupla. Ou seja, o sangue corre internamente aos vasos, não há mistura de sangue venoso (pobre em O2), com o arterial (rico em O2), e, finalmente, há duas circulações (pequena e grande circulação). Os detalhes serão dados adiante.

Morfofisiologia do sistema cardiovascular

Anatomicamente, o sistema cardiovascular é o mais simples. Formado pelo coração, vasos e capilares. Para melhor visualização, observe a anatomia básica do coração na figura ao lado.

Anatomia do coração humano

Antes de tudo, o coração está posicionado no tórax, em uma região conhecida como mediastino. Localiza-se entre os pulmões, acima do diafragma e abaixo do osso esterno. Vale observar que o coração está deslocado um pouco para a esquerda do tórax.

O coração possui quatro câmaras, isto é, dois pares de compartimentos os quais acumulam o sangue e o impulsiona para os vasos. Essas câmeras e seus, respectivos, conteúdos são:

Átrio direito

Recebe o sangue venoso proveniente da grande circulação (circulação sistêmica). Por se tratar de sangue venoso é rico em CO2 e pobre em O2. Essa câmera recebe o sangue, principalmente das veias cavas inferior e superior, além do sangue venoso do seio coronário (sangue venoso proveniente da irrigação do próprio coração).

Ventrículo direito

Recebe o sangue bombeado pelo átrio direito, através da valva tricúspide. Um fato interessante é que as características do sangue são as mesmas, isto é, continua venoso e com mesmo teor de CO2 e O2. Essa câmera, em especial, é um pouco mais musculosa, uma vez que sua contração faz o sangue saia pelas artérias pulmonares – únicas artérias do organismo que corre sangue venoso - e vá fazer trocas gasosas no pulmão. É interessante notar que a contração dessa câmara, faz o sangue percorrer a pequena circulação, isto é, “coração -> pulmão -> coração”.

Átrio esquerdo

Recebe sangue das veias pulmonares – únicas veias do organismo onde corre sangue arterial. Esse sangue é rico em O2, uma vez que já fez trocas gasosas no pulmão.

Ventrículo esquerdo

É a câmera mais musculosa do coração. Recebe o sangue arterial do átrio esquerdo pela valva mitral ou bicúspide. Sua contração faz com que o sangue seja ejetado com grandes pressões através da artéria aorta. A contração dessa câmara faz o sangue percorrer a grande circulação, ou seja, “coração -> organismo -> coração”.

A primeira ramificação da artéria aorta, logo que ela sai do ventrículo esquerdo, é chamada de artérias coronárias. São essas as responsáveis pela irrigação arterial do próprio coração.

Infarto do miocárdio (Ataque cardíaco)

O infarto do miocárdio está relacionado com a oclusão completa ou parcial de vasos que irrigam o coração, comprometendo seu aporte de O2 e nutrientes. Esse fato leva a morte do tecido cardíaco (infarto), acompanhado de uma grande dor torácica que pode se estender até o braço esquerdo, pescoço e vários outros lugares.

Entre os fatores de risco tem o tabagismo, hipertensão, diabetes mellitus, dislipidemias, idade avançada e obesidade. Observando os fatores de risco, podemos notar que grande parte deles se refere a um hábito de vida inadequado, sem esportes físicos, alimentação balanceada e relaxamento.

O ataque cardíaco é o processo de oclusão, podendo ou não levar a morte dependendo da intensidade. Isto é, o infarto do miocárdio é a morte do tecido cardíaco, já o ataque cardíaco é a dor relacionada ao processo de oclusão de artérias que irrigam o coração, principalmente das coronárias.

Em casos de urgência, onde não há ambulância ou pronto-atendimento, é recomendável administrar comprimidos de ácido acetilsalicílico (Aspirina®). Para tanto, é essencial que a pessoa mastigue os comprimidos e ponha embaixo da língua, uma vez que a ação é mais rápida. Mas como funciona?

O ácido acetilsalicílico atinge a circulação sistema através das veias sublinguais e atua como vasodilatador. Dessa forma, a artéria que estava em processo de oclusão é dilata e, consequentemente, desobstruída.

Em casos mais crônicos são necessárias angioplastias (reconstrução da artéria), aplicação de stent (abertura da luz da artéria) e cirurgia de revascularização (ponte de safena).

Ciclo cardíaco

O ciclo cardíaco se refere às alterações cardiológicas ocorridas entre o início de um batimento e o início do batimento seguinte. Cada ciclo é gerado através de comandos intrínsecos do coração, em centro específicos e especializados no comando do ciclo – nodo sinusal.

O nodo sinusal é um conjunto de células facilmente excitáveis que, quando disparam um impulso elétrico, gera a contração da musculatura cardíaca. Em virtude da sua posição anatômica no coração, na região do átrio direito, fica evidente que os átrios contraem primeiro e depois, aproximadamente, após 0,1 segundo, ocorre a contração dos ventrículos.

Neurotransmissores

O emprego de acetilcolina ou fármacos parassimpatomiméticos – que simulam o efeito parassimpático, fazem com que nodo sinusal fique com um limiar de estimulação mais alto, isto é, o limiar para disparar um impulso elétrico fica mais difícil de ser alcançado. Fica evidente que, nesse caso, o nodo sinusal para atingir tal limiar demora mais, e, consequentemente, as contrações do coração ficam mais espaçadas, ou seja, ocorre a bradicardia – diminui a velocidade de contrações do coração. Esse processo acontece fisiologicamente durante o período de sono.

Por outro lado, noradrenalina ou fármacos simpatomiméticos, que simulam o efeito simpático, fazem com que o limiar de disparo do nodo sinusal diminua. Dessa forma, a velocidade com que o nodo atinge o limiar é maior e, consequentemente, há uma taquicardia – aumenta a velocidade de contrações do coração. Esse processo acontece fisiologicamente durante períodos de exercícios físicos.

Essa diferença de tempo entre a contração dos átrios e dos ventrículos é essencial para o funcionamento cardíaco, pois é, dessa forma, que o sangue dos átrios passa para os ventrículos, e dos ventrículos para os vasos.

Por questões do ciclo, há dois períodos característicos da musculatura do coração: relaxado ou contraído. Para o período relaxado, emprega-se o termo diástole; para o período contraído, sístole.

Exercícios de Sistema Cardiovascular

(UFG) A dor de cabeça, reação orgânica desencadeada por inúmeros fatores, ocorre quando há

  • dificuldade de respiração, seguida de diminuição da pressão arterial.
  • depósito de gordura nas artérias, com consequente aumento da pressão arterial.
  • produção de substâncias tóxicas agressivas ao sistema nervoso central.
  • contração seguida de dilatação dos vasos sanguíneos cerebrais. x
  • inflamação dos vasos linfáticos, com aumento da produção de plaquetas.

(UFSCar) Se pudéssemos marcar uma única hemácia do sangue de uma pessoa, quando de sua passagem por um capilar sanguíneo do pé, e seguir seu trajeto pelo corpo a partir dali, detectaríamos sua passagem, sucessivamente, pelo interior de:

  • artérias -> veias -> coração -> artérias -> pulmão -> veias -> capilares.
  • artérias -> coração -> veias -> pulmão -> veias -> coração -> artérias -> capilares.
  • veias -> artérias -> coração -> veias -> pulmão -> artérias -> capilares.
  • veias -> pulmão -> artérias -> coração -> veias -> pulmão -> artérias -> capilares.
  • veias -> coração -> artérias -> pulmão -> veias -> coração -> artérias -> capilares. x

(UEGO) Assinale as alternativas verdadeiras

No circuito completo do sistema cardio-circulatório do homem, o sangue passa, alternadamente, pela alça sistêmica e alça pulmonar. O sangue, bombeado para a alça pulmonar pelo coração direito, retoma dos pulmões para o coração esquerdo que o bombeia para a alça sistêmica. A respeito do sistema cardio-circulatório:

  • O circuito coração-pulmão-coração é chamado grande circulação.
  • O coração quando bombeia sangue encontra-se em diástole.
  • O átrio esquerdo recebe sangue oxigenado dos pulmões pelas veias pulmonares. x
  • As válvulas existentes no coração são responsáveis pela condução do sangue em uma só direção. x
  • Os vasos que saem do coração são chamados arteriais e transportam sangue arterial.

(UFSJ) Considerando a trajetória do sangue e o transporte de substâncias através do sistema circulatório, espera-se atuação mais rápida de um medicamento no cérebro se

  • inalado pelos pulmões x
  • injetado numa veia do braço
  • ingerido sob forma líquida ou como comprimido
  • injetado diretamente numa veia acima da linha dos ombros.

(UNIFESP) As afirmações a seguir encontram-se em um folheto para agentes de saúde responsáveis por medir a pressão sangüínea de pacientes que chegam a um centro médico. Você foi chamado a revisá-lo, usando seus conhecimentos sobre o sistema circulatório.

  • A pressão máxima medida é obtida quando o ventrículo esquerdo se contrai e a mínima, quando ele relaxa. x
  • A pressão sanguínea pode ser medida em qualquer parte do corpo, já que ela é igual em todo o sistema circulatório.
  • O paciente deve evitar esforços físicos antes do exame, pois isso alteraria os resultados. x
  • Os resultados serão alterados caso o paciente tenha ingerido alimentos excessivamente salgados antes do exame. x
  • A pressão sanguínea é maior no coração e nas veias e menor nas grandes artérias.

(UFSC) Segundo o Ministério da Saúde, o coração é a primeira causa de morte no País, logo em seguida está a violência (homicídio, suicídio, acidente de trânsito) e o câncer.

Com relação ao sistema cardiovascular assinale a(s) proposição(ões) verdadeira(s).

  • Os principais vasos responsáveis pela irrigação do músculo cardíaco são as artérias coronárias ligadas à aorta. x
  • O infarto do miocárdio ocorre quando uma parte da musculatura cardíaca, por ficar sem irrigação, faz o músculo entrar em falência. x
  • A hipertensão, o diabetes, o fumo e a obesidade são fatores de risco para doenças cardiovasculares. x
  • Alimentação adequada, bem como, atividade física e check-up regulares diminuem o risco do infarto. x
  • A contração do músculo cardíaco é denominado sístole e o período de relaxamento, diástole. x
  • Nas pessoas hipertensas o coração trabalha mais, já que precisa impulsionar o sangue através de “vasos endurecidos” e, por isso, mais resistentes. x
Bibliografia
  • Guyton e Hall. Tratado da fisiologia médica (11° Ed.)
  • Keith L. Moore. Anatomia orientada para a clínica (5° Ed.)
  • Kenneth P. Moses. Atlas fotográfico de anatomia clínica (1° Ed.)
  • Luiz C. Junqueira. Histologia Básica (11° Ed.)
  • Kumar. Robbins & Cotran: Patologia, bases patológicas das doenças (8° Ed.)
Crédito da imagem

Rodrigo de Andrade Natal

Medicina - Unicamp

Confira também