Máquinas Simples, Trabalho e Energia

Teste seus conhecimentos em física com exercícios sobre Máquinas Simples, Trabalho e os tipos de Energia.

  1. Que famoso cientista eternizou a frase: "Dê-me uma alavanca que moverei o mundo"?

  2. O que são Máquinas Simples?

  3. Qual é a força que um pedreiro tem que fazer para carregar 80 kg de terra com a ajuda de um carrinho de mão que possui 1,20 metro de comprimento? Sabendo que a distância entre o centro de gravidade do volume de terra até o centro da roda do carrinho é 60 cm.

  4. Um atleta de massa 50 kg está se exercitando. Qual deve ser a força exercida pelo solo sobre suas mãos para que ele permaneça parado na posição? (Use g=10 m/s)

  5. Qual o valor da força que uma pessoa deve fazer para manter o corpo de 160N em equilibrio usando 4 roldanas móveis e 1 roldana fixa?

  6. O que afirma o principio de conservação da Energia Mecânica?

  7. Um vaso de 2,0kg está pendurado a 1,2m de altura de uma mesa de 0,4m de altura. Sendo g = 10m/s², determine a energia potencial gravitacional do vaso em relação à mesa e ao solo.

  8. Sabendo que um corredor cibernético de 80 kg, partindo do repouso, realiza a prova de 200 m em 20 s mantendo uma aceleração constante de a = 1,0 m/s², pode-se afirmar que a energia cinética atingida pelo corredor no final dos 200 m, em joules, é:

  9. Qual é a potência de umm motor de um carrinho de brinquedo capaz de realizar um trabalho de 1200 J em 2 minutos?

  10. Uma bola de 2 kg cai de uma superficie,percorrendo 5 m em 2 s. Qual é o trabalho da bola e a potência da bola nesse intervalo de tempo respectivamente? (Considere G=10 m/s)

Confira também

  • Problemas de Lógica

    Problemas de lógica para rachar a cuca e passar o tempo.

  • Trivias

    Divirta-se e desafie seus conhecimentos sobre diversos temas.

  • + divertido Anagramas

    Use as letras disponíveis para formar o maior número possível de palavras.

  • 2048

    Use o raciocínio para somar os blocos iguais até formar 2048.

 
Quiz Escalas Termométricas - I
 
Quiz Os Porquês da Física - I