Substantivo

Substantivos são palavras que dão nome aos seres e objetos em geral, sendo variáveis em gênero, número e grau. Podemos classificá-los de diferentes maneiras: quanto à sua forma, quanto à sua origem ou quanto ao elemento ao qual se refere.

Forma do Substantivo

Quanto à forma, podemos classificar o substantivo como simples ou composto.

Substantivo Simples

Os substantivos simples são aqueles formados por uma só palavra, como: planta, menina, cama, tempo.

Substantivo Composto

Os substantivos compostos são aqueles formados por mais de uma palavra ou radical: passatempo, guarda-sol, sofá-cama, girassol.

Origem do Substantivo

Quanto à sua origem, podemos classificar os substantivos como primitivos ou derivados.

Substantivos Primitivos

Os substantivos primitivos são aqueles que não se originam de nenhuma outra palavra, como: cidade, cachorro, mulher.

Substantivos Derivados

Os derivados são aqueles que se originam de outras palavras, como: cachorrada, cozinheira, leiteiro.

Designação do Substantivo

Quanto ao elemento ao qual designa, os substantivos podem ser comuns, próprios, concretos ou abstratos.

Substantivos Comuns

Os substantivos comuns são aqueles que designam, genericamente, todos os elementos de uma mesma espécie. Exemplos: cidade, árvore, aluno. Dentro dos substantivos comuns, temos ainda outra classificação.

Substantivos Coletivos

Os substantivos coletivos, que denominam um conjunto de seres ou objetos de mesma espécie, como: alcatéia (conjunto de lobos), constelações (conjunto de estrelas), quadrilha (conjunto de ladrões), etc.

Substantivos Próprios

Os substantivos próprios são aqueles que designam um determinado ser de um determinado tipo, devendo ser grafado com a inicial maiúscula: Fernanda, Brasil, Palmeiras, Racha Cuca.

Substantivos Concretos

Os substantivos concretos designam seres, objetos ou lugares que possuem uma existência real ou imaginária: bruxa, alma, caneta.

Substantivos Abstratos

Os substantivos abstratos fazem referência à coisas que não existem por si, sendo fruto de uma abstração, como, por exemplo, os sentimentos, qualidades, defeitos, estados, sensações ou ações. Exemplos: ódio, beleza, amor, frio, choro, vida.

Atenção

É importante notar que qualquer uma destas classificações não exclui a outra. Um substantivo pode ter, ao mesmo tempo, várias classificações.

Exemplo: lapiseira - substantivo concreto, derivado, simples e comum.

Sendo variável, o substantivo é uma classe gramatical de palavras que sofre algumas flexões:

Flexão do Substantivo

Flexão de Gênero

Quanto ao gênero, temos a divisão de substantivos em masculinos e femininos. De forma geral, consideramos masculinos os substantivos que vem acompanhados dos artigos o/os e femininos aqueles que vem acompanhados dos artigos a/as. Dependendo da forma que o substantivo assume, podemos classifica-los em biformes e uniformes.

Substantivos Biformes

Os substantivos biformes são aqueles que apresentam uma forma para o feminino e outra para o masculino: homem/mulher, menino/menina, bode/cabra.

Substantivos Uniformes

Os substantivos uniformes são aqueles que possuem uma única forma para o masculino e o feminino. Eles subdividem-se em epicenos, comuns de dois gêneros e sobrecomuns.

Epicenos

Os epicenos são substantivos uniformes que referem-se a animais, sendo especificados por macho ou fêmea: onça macho/onça fêmea, foca macho/foca fêmea.

Comuns de Dois Gêneros

Os comuns de dois gêneros são substantivos uniformes que designam pessoas, tendo a mesma forma para o masculino e para o feminindo, sendo diferenciados por artigo ou outro determinante: o jornalista/a jornalista, este dentista/esta dentista.

Sobrecomuns

Os sobrecomuns são substantivos uniformes que designam pessoas, mas que possuem o gênero fixo e os artigos determinantes invariáveis: o cônjugue, a pessoa, a criatura.

Atenção

Quanto à flexão de gênero, é importante ainda destacar a mudança de sentido que tem-se quando temos a mudança de gênero: alguns substantivos tem um significado quando masculino e outro quando feminino.

  • o capital (bens materiais) = a capital (cidade)
  • o cabeça (chefe) = a cabeça (parte do corpo)

Flexão de Número

Quanto ao número, o substantivo pode ser singular ou plural, exprimindo a quantidade de seres ou objetos que o substantivo está nomeando.

Substantivos no Singular

No singular, temos a nomeação de um único ser ou objeto, demonstrado pela ausência de s no final da palavra: livro, menino, casa.

Substantivos no Plural

No plural, temos a nomeação de vários seres ou objetos, sendo indicado pelo s no final da palavra: livros, meninos, casas.

Em relação ao plural, os substantivos compostos seguem algumas regras específicas que vão além do simples uso do s ao final da palavra.

Plural dos Substantivos Compostos

Os substantivos compostos ligados sem o hífen seguem a mesma regra de plural dos substantivos simples: aguardente/aguardentes. Os compostos com palavras repetidas ou semelhantes tem a variação plural no segundo elemento: pingue-pongue/pingue-pongues, teco-teco/teco-tecos.

Os compostos unidos por preposição apresentam variação de plural no primeiro elemento: pão-de-ló/pães-de-ló. Nos compostos formados onde o segundo elemento indica finalidade ou limita o primeiro, geralmente coloca-se o primeiro substantivo no plural: tubarão-martelo/tubarões-martelo, banana-maçã/bananas-maçã.

Quando o verbo é parte de um substantivo composto, ele permanece no singular, só o segundo entra no plural: guarda-chuva/guarda-chuvas. Se ambos os substantivos compostos admitem o plural, a flexão aplica-se aos dois: cartão-postal/cartões-postais.

Grau do Substantivo

Em relação ao grau, o substantivo apresenta-se no grau diminutivo e no aumentativo, que são expressos por meio de dois processos: sintético e analítico.

No processo sintético, juntamos aos substantivos os sufixos que determinam o aumentativo e o diminutivo: livrinho, panelão.

No processo analítico, empregamos as palavras grande ou pequeno (ou outras de mesmo sentido) junto dos substantivos para determinar o aumentativo e o diminutivo: menina grande, rua enorme, gato pequeno.

Exercícios sobre Substantivos

(UFViçosa-MG) Assinale a alternativa em que a palavra em negrito pertence à classe dos substantivos:

  • O médico louco disse que no hospício não havia telefone.
  • De médico e de louco, todo mundo tem um pouco. x
  • Sou louco por ti, América!
  • Ele parecia completamente louco.
  • A cidade julgava o prefeito louco.

(Belas Artes-SP) Em nome da "verdade" - de conceitos com "liberdade", "justiça", "fé", "liberalismo", "socialismo" e outros de igual intensidade e paixão - grandes crimes têm sido paradoxalmente cometidos… (O Estados de São Paulo) As palavras em negrito são classificadas morfologicamente como:

  • substantivos e adjetivos simples e compostos.
  • substantivos abstratos. x
  • substantivos e adjetivos primitivos.
  • substantivos e adjetivos primitivos e derivados.
  • substantivos e adjetivos uniformes e biformes.

(UFViçosa-MG) Uma das características do substantivo abstrato é não se vincular ao ser, do mundo real ou imaginário e dar nome a ações, qualidades, estados e fenômenos. Dentre as alternativas abaixo, assinale aquela em que não há substantivo abstrato:

  • "Ajeitou-se no banco e esperou o barulho do motor."
  • "… são cachorros que costumam latir e pular em seus sonhos."
  • "Quem viu a necessidade eventual de perder docemente a paciência?"
  • "… e ei-lo novamente de mãos e almas vazias." x
  • "Localiza eletronicamente todos os animais da redondeza, e anda pela rua em disparada."
Bibliografia
  • FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática. Ed renovada. São Paulo: FTD, 2007.
  • TERRA, Ernani; NICOLA, José de. Português de olho no mundo do trabalho - vol único. São Paulo. Scipione, 2004.

Ana Gabriela Figueiredo Perez

Estudos Literários - Unicamp

Confira também