Idade Moderna

A Idade Moderna começa em 1453, quando Constantinopla é tomada pelos turcos otomanos, e termina com a Revolução Francesa em 1789. Confira a seguir alguns detalhes dos fatos mais importantes desse período, que ficou marcado pela substituição do Feudalismo pelo Capitalismo.

Renascimento

Entre os principais acontecimentos dessa época, podemos citar o Renascimento, que foi um movimento cultural iniciado na Itália, no qual foi retomado a valorização das culturas das civilizações greco-romana.

Grandes Navegações

As Grandes Navegações também marcaram a época. Com o Renascimento Cultural e Comercial, as cidades italianas (especialmente Gênova e Veneza) apresentaram um grande domínio das rotas comerciais das especiarias. Os turcos também apresentavam certo domínio, uma vez que a tomada de Constantinopla rendeu inúmeros portos para eles. A reunião desses fatores foram decisivas para que os reinos de Portugal e Espanha se esforçassem para descobrir novas rotas comerciais. Através de novas técnicas e investimentos financeiros, Portugal e Espanham iniciaram a sua expansão marítima.

Reformas Religiosas e Contrarreforma

Diversos fatores provocaram o surgimento de novas religiões em alguns países da Europa. O Protestantismo foi o primeiro deles e influênciou o Calvinismo (região da Alemanha) e o Anglicanismo (Inglaterra).

A igreja lançou a Contrareforma (Reforma Católica) para combater a perda de fiéis. Para tanto, ela fez uso da Inquisição e da Companhia de Jesus.

Absolutismo

A crise do sistema feudal provocou o surgimento do Absolutismo. Apoiado pela burguesia e pela nobreza, os reis governavam através dos poderes que lhes eram concedidos. Entre as principais características do Antigo Regimo podemos citar o mercantilismo, o colonialismo e a sociedade de ordens e privilégios.

Bibliografia
  • Mello, Leonel Itassu Almeida. História moderna e contemporânea. São Paulo: Scipione, 1999.

Confira também